Actividades do Mês
  • Rotas do artesanato: A arte da filigrana

    (Póvoa de Lanhoso)

     

    Programa:

    • 10:00h Sessão de boas vindas
    • 10:30h Realização do percurso pedestre do Ribeiro Queimado; paragem para um piquenique durante o trajecto
    • 14:30h Visita ao Museu do Ouro de Travassos          
    •               Visita a uma oficina do ouro
    •               Visita ao Museu de Arte Sacra do Santuário de Porto d’Ave
    • 18:00h Fim do programa

     

    Museu do Ouro de Travassos:

    Aqui vai ficar a conhecer um pouco as origens da ourivesaria e filigrana na localidade, alguns dos aspectos e procedimentos técnicos dos ourives e dar uma espreitadela à parcela do espólio e do património disponibilizada em imagens, ferramentas e engenhos utilizados nas oficinas e objectos de adorno.

     

    Museu de Arte Sacra do Santuário de Porto d'Ave:

    O Santuário possui um vasto património acumulado ao longo dos últimos três séculos. O seu valor patrimonial encontra-se na riqueza da arte sacra, na arquitectura, na talha dourada, nas imagens dos santos de vários períodos, nos objectos litúrgicos variados de ouro e prata, paramentos bordados a ouro, pinturas a óleo de entidades do clero e uma valiosa colecção de ex-votos. Mais informações em http://www.confraria-portodave.pt/index.html

     

    Percurso pedestre:

    O Itinerário Pedestre do Ribeiro Queimado é um percurso de pequena rota circular, com início e fim na Aldeia de Carreira, aos 380 metros de altitude. Do ponto de partida segue-se pelo sopé do Monte do Merouço, até ao Ribeiro Queimado, num troço com tramos de calçada antiga de elevado valor paisagístico. Ao longo deste traçado é possível contactar com elementos da fauna selvagem, flora e gado bovino e caprino em pasto natural.

    Continuando por um caminho que permite o acesso a verdejantes campos de cultivo, ladeados de muros em pedra solta, seguimos em direcção a Várzeas. Atravessamos o lugar por uma estreita calçada, onde pontificam algumas habitações de traça tradicional minhota. O contacto com a população local, naturalmente simples e hospitaleira, que dedica parte do seu tempo ao cultivo de pequenas hortas e pastoreio de animais, é uma constante.

    Ao longo dos 6,5 km de extensão deste Itinerário Pedestre, o pedestrianista terá contacto com património natural e edificado, património religioso de pequenas dimensões, mas representativo da herança cultural de uma comunidade, para além de particularidades etnográficas de Sobradelo da Goma.

 

Ficheiros para Download:
  • Como chegar... Download PDF 179 KB
  • Onde dormir Download PDF 1677 KB
  • Mapa do Percurso Pedestre Download PDF 422 KB