Actividades do Mês
  • Pintura Mural a Fresco

    (Rota do Românico)

    Programa

    9:30 - Sessão de boas vindas no Mosteiro de Sta Maria de Pombeiro, em Felgueiras

    Apresentação

    • O Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro e os Frescos na Rota do Românico;
    • A Pintura Mural e a técnica do Fresco;

    Os materiais e as técnicas

    • Identificação dos materiais e equipamentos postos à disposição dos participantes;
    • Instruções de utilização e de realização;

    Atividade

    • Execução de “frescos” com acompanhamento dos animadores.

    13:30h - Almoço regional

    15:00h - Visita à Fábrica e Casa Museu de Pão de Ló de Margaride

    16:30h - Fim do programa

     

    Os dois temas de pintura mural existentes no Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro, um alusivo, provavelmente, a São Brás e outro apresentando Santo Amaro e São Plácido, poderão servir de inspiração aos artistas ou, se assim o preferirem, darem largas à sua imaginação e criatividade.

     

    A Experiência será dinamizada por técnicos do Centro Luso Italiano de Conservação e Restauro, que disponibilizarão todos os materiais necessários à sua execução, nomeadamente placas, pincéis e pigmentos, bem como exemplos de desenhos e pinturas que poderão servir de guião aos “mestres”.

     

    pintura mural era constituída por frescos e retábulos (pintura sobre madeira) e que decorava os interiores arquitectónicos das igrejas (onde predominava uma brilhante e rica policromia). Estas pinturas, tal como as esculturas, exerciam um forte papel doutrinal e pedagógico, pois através de simples imagens, contavam aos fiéis a história sagrada e contribuíram ainda para o misticismo que se procurava atribuir à casa de Deus, criando um ambiente de encantamento e surpresa, propicio à reflexão e exaltação religiosa e à transcendência dos factos sobrenaturais, nos quais a Igreja pretendia que os fiéis reflectissem e neles vivessem. (in http://umolharsobreomundodasartes.blogspot.com/2009/04/arte-medieval-arte-romanica-continuacao_11.html)